Espaço Quilombo recebe o dr. Marcos Freire para falar de práticas integrativas de saúde


Dando prosseguimento à programação alusiva ao Novembro Negro, a Associação Positiva de Brasília (APB) recebeu na última terça, 6, no Espaço Cultural Quilombo, no Itapoã, o dr. Marcos Freire, do Centro de Referência em Práticas Integrativas de Saúde (Cerpis).

Marcos comandou uma roda de conversa sobre práticas integrativas de saúde, com a participação de todo o público atendido pela APB naquele local: crianças, adolescentes e idosos. Ele ofereceu diversas orientações e técnicas sobre como reduzir dores, melhorar o sistema imunológico, aliviar a depressão, a ansiedade, aumentar o fluxo sanguíneo, diminuir a frequência cardíaca, proporcionar uma sensação de calma, paz e equilíbrio, facilitar o controle mental, aumentar a energia e diminuir o estresse.

Formado em Medicina pela Universidade de Brasília (UnB), o dr. Marcos estudou medicina chinesa, definida por ele como “uma teoria sobre o ser humano muito útil, que as pessoas compreendem muito facilmente, uma vez que fala do corpo, da respiração, do ceú, da terra, da energia, da vitalidade, da luz que tem no corpo da gente”.

O QUE É

As Práticas Integrativas em Saúde são sistemas e recursos terapêuticos que buscam estimular os mecanismos naturais de prevenção de doenças e da recuperação da saúde por meio de tecnologias eficazes e seguras, com ênfase na escuta acolhedora, no desenvolvimento do vínculo terapêutico e na integração do ser humano com o meio ambiente e a sociedade. No país, elas são organizadas por meio da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PNPIC), instituída em 2006.